Metodologia

ALVES DE BRITO, Murillo Marschner. Uso da entrevista na pesquisa empírica. Métodos de Pesquisa em Ciências Sociais. Bloco Quantitativo, 2016 (*). SESC São Paulo-Cebrap, p. 32-51.

BARBERIA, L. G. ; GODOY, S. R. ; BARBOZA, D. P. Novas perspectivas sobre o 'calcanhar metodológico': o ensino de métodos de pesquisa em Ciência Política no Brasil. Teoria & Sociedade (UFMG), v. 22, p. 156-184, 2015.

BARBOSA, Rogério Jerônimo; MARSCHNER DE BRITO, Murillo Alves; FERRARI, Diogo; SILVA, Patrick; PRATES, Ian Andrade; BARONE, Leonardo Sangali. Entrevista: Ciências Sociais, Censo e Informação quantitativa no Brasil: entrevista com Elza Berquó e Nelson do Valle Silva.Novos Estudos/Cebrap (Impresso), v. 95, p.143-155.

BARBOZA, Danilo Praxedes; GODOY, Samuel Ralize. Superando o ‘calcanhar metodológico’? Mapeamento e evolução recente da formação em métodos de pesquisa na pós-graduação em Ciência Política no Brasil. Trabalho apresentado no IV Seminário Discente da Pós-Graduação em Ciência Política da USP, de 07 a 11 de abril de 2014. 

COELHO. V. S. P. Abordagens qualitativas e quantitativas na avaliação de políticas públicas. Métodos de Pesquisa em Ciências Sociais. Bloco Quantitativo, 2016. SESC São Paulo-Cebrap, p. 76-99.

BERTELLI, Giordano B. Antropofagia: uma viagem (anti)identitária? Lugar Comum (UFRJ), v. 1, Maio/2016, p. 61-80.

BERTELLI, Giordano. Confissões de um sociólogo, aprendiz de historiador (ou vice-versa): aspectos das relações entre sociologia e história em uma pesquisa sobre Oswald de Andrade. História e Cultura, v. 3, p. 266-283, 2014. 

KIRSCHBAUM, Charles. Shifts in control disciplines and rescaling as a response to network governance failure: the BCJ case, Brazil. Policy & Politics, V. 43, N.3, July/2015, p. 443-458. DOI: http://dx.doi.org/10.1332/030557315X14362557123183

KIRSCHBAUM, Charles; HOELZ, José Carlos. A confiança em situações ambivalentes e incongruentes: a utilização de vinhetas como método exploratório. RAM. Revista de Administração Mackenzie (Online), v. 15, N.3, p. 42-68, 2014.

KIRSCHBAUM, Charles; SAKAMOTO, Cristina; VASCONCELOS, Flávio C.  Conflito e improvisação por Design: a metáfora do Repente. Revista Organizações & Sociedade, V. 21, N. 68 (2014)

KIRSCHBAUM, Charles. Decisões entre pesquisas quali e quanti sob a perspectiva de mecanismos causais. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v.28, n.82, São Paulo, Junho/2013.

KIRSCHBAUM, Charles. ; IWAI, Tatiana. Teoria dos Jogos e Micro-Sociologia: Avenidas de Colaboração. RAC. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 15, n.1, p. 138-157, Jan-Fev/2011.

MARQUES, Eduardo. “Dossiê: Métodos e Explicações da Política. Para onde nos levam os caminhos recentes?” Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS), 2006. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 2007.

MARQUES, Eduardo; FERREIRA, Maria Paula; FUSARO, Edgard R.; MINUCI, Elaine G. “Uma metodologia para a estimação de assentamentos precários em nível nacional.” In: Indicadores sociais para políticas habitacionais. Brasília: Ministério das Cidades, 2007.

PRIORI, Josimar ; TONELLA, CeleneAção coletiva e movimentos sociais: em busca de uma metodologia analítica. Política & Sociedade (Online), v. 13, p. 305, 2014.

SILVA, Késia Anastácio Alves da; CUNHA, José Marcos Pinto da; ALONSO, Raquel Maria de; FARIAS, Luiz.   Crescimento das cidades médias e interiorização da migração: realidade ou mito?. Revista GEOgrafias- Dossiê Migrações, v. 1, p. 25-40, 2017. 

Licença Creative Commons
Este site do Centro de Estudos da Metrópole está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://centrodametropole.org.br/