Histórico

O CEM teve início em 2001 já como um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid), mantido pela Fapesp para desenvolver novos conteúdos em áreas dinâmicas do conhecimento. Ademais, desde 2009, tornou-se um Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) por meio de programa de financiamento do CNPq.

Desde então, o CEM publicou 51 livros e mais 67 capítulos, 14 teses (doutorado e livre-docência) e 33 dissertações acadêmicas, além de 418 artigos (243 publicados em revistas brasileiras e 96 em publicações internacionais). Desses artigos 79 foram apresentados em congressos científicos, conferências e seminários.

De 2001 a 2005, foi desenvolvido um primeiro conjunto de atividades no âmbito do projeto Cepid/Fapesp, tendo como parceiros a Fundação Seade , a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, a Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP e o SESC/SP.

Pela área de Transferência (SIG) são desenvolvidos estudos com base em Sistemas de Informações Geográficas com variáveis como demografia, indicadores socio-econômicos e políticas públicas, suprindo vazios relativos a informações espaciais deixados pelo setor público pelos menos nas duas últimas décadas. Atualmente a área de Base de Dados conta com mais de 21 conjuntos de bases, tendo treinado 807 alunos no curso básico de georreferenciamento TerraView Política Social (entre abril de 2007 até junho de 2017).

As instituições associadas ao CEM são: o NEPO (Núcleo de Estudos da População), da Universidade Estadual de Campinas; o Departamento de Sociologia, da Universidade de São Paulo; o Departamento de Ciência Política, da Universidade de São Paulo; o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP); o Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper); o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e o NECI (Núcleo de Estudos Comparados e Internacionais), da Universidade de São Paulo. 

Em 2013, novos projetos de pesquisa foram elaborados para a Fapesp (Cepid - 4ª Fase) e para o CNPq, por meio do programa dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT), até 2014.

Para conferir nossas atuais linhas de pesquisa, clique aqui.

Atualização (ago/2017)

Licença Creative Commons
Este site do Centro de Estudos da Metrópole está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://centrodametropole.org.br/